Pesquisar este blog

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Amor de Perdição por Letícia Pereira Sampaio.


 Na minha opinião Amor de perdição foi um dos melhores livros que já lí, porque ele trata de uma ficção que pôde rondar a realidade de acordo com a época que a narrativa foi retratada e tenta mostrar acima de tudo o poder que o amor tem, como uma pessoa é capaz de mudar, fazer loucuras e destruir a própria vida em pról de um amor que nem tinha chances de acontecer.

 O sentimento que o livro passa é de desespero, de querer estar perto da pessoa amada a qualquer custo e de abrir mão de tudo por isso, ele me fez perceber que o mesmo amor que salva pode destruir uma mesma pessoa, como Simão que era praticamente um perdido na vida e só envergonhava seus pais com brigas e confusões, mas que após conhecer Teresa mudou muito e se tornou uma pessoa bem melhor, porém quando a ideia de perder esse amor o invadiu, ele perdeu todo o seu controle e acabou destruindo a própria vida assassinando Baltazar, primo e pretendente a marido de Teresa.      Me questionei até que ponto esse amor seria algo bom ou algo que puxasse os protagonistas de uma vez por todas para o fundo do poço.

 Os personagens da história viveram isso tão intensamente que acabaram se perdendo em um rede de ilusões e promessas que na verdade nunca existiram, uma mentira alimentada pelo sentimento que a memória passava ao imaginar o que poderiam viver juntos, e foi exatamente esse "engano ao coração" que fez com que os personagens se perdessem por completo quando perceberam que na verdade nada daquilo que planejaram aconteceria, que tudo seria impossível devido as atrocidades cometidas pelos vilões, vilões estes que também procuravam acreditar que estavam fazendo o melhor para seus filhos, ou que apenas os julgaram por um sobrenome, ou por uma história que a tempos fazia dessas famílias alvo de rivalidades.  

 Amor de perdição fez várias vítimas em suas páginas, vítimas que sofreram, lutaram e morreram em nome da pessoa amada. Teresa deixou tudo, preferiu ser presa como freira em um convento e morrer no mesmo, ao ter que casar-se com um homem que não fosse Simão, este que após conhecê-la acreditou que a vida não poderia existir sem sua presença, e também passou seus ultimos dias preso por cometer um crime em nome dela, e foi por esse motivo que Mariana, apaixonada por Simão, o ajudou em seus planos para amar Teresa mesmo sabendo que isso a magoaria, Mariana preferia ajudá-lo com seu amor ao cogitar a ideia de ficar longe de seu amado, mesmo sabendo que ele nunca seria seu, ela sequer lhe disse o que sentia com medo de afastá-lo e  também abriu mão da vida ao perdê-lo durante uma febre que teve quando soube da morte de Teresa.

  Amor de perdição é sem dúvidas uma grande história, talvez seja por esse motivo mereceu tanto destaque dentro da literatura portuguesa, um livro que embaraça a mente, deixa dúvidas sobre o certo e o errado, te testa e te faz pensar até onde você seria capaz de ir por um amor, ele mescla a realidade a ilusão e atinge o ponto fraco de um leitor que teme o triste fim da narrativa.

3 comentários:

Aninha disse...

Parabéns, amiga!

Letícia Sampaio disse...

Saudade dessa época, saudade desse colégio, saudade desse tudo!!!

Letícia Sampaio disse...

saudade desse colégio, saudade dessas aulas....